Carta ao meu querido irmão pelo seu aniversário de 21 anos

Hoje estou FELIZ.
Você, meu querido irmão, Juliano Fachini, celebra 21 anos de vida.

Uma celebração Feliz. Uma celebração da Vida, do Milagre Divino.
Há um ano você estava na cama de um hospital, recém havia saído do coma.
Grandes amigos, família e momentos =)

Estávamos ao seu lado, o pai e eu. Combinamos de não falar nada do aniversário, pois você poderia ficar triste. Sabíamos que você aguardava uma festa, um bolo, um parabéns ao som de aplausos amigáveis e músicas animadas.

Durante o horário de visitas, a mãe, a Kati, os familiares e amigos entraram no quarto para vê-lo. Ninguém cantou e nem te deu os parabéns, apenas abraços e um “felicidades” sussurrado em pensamentos.
Ao anoitecer, sem lembrar, meu pai deixou escapar sobre seu aniversário. E você ouviu.
Quis os parabéns.
Queria que cantássemos.
Cantamos.
No quarto do hospital com você mal dando sinais de recuperação, cantamos baixinhos os parabéns. A música que nos fez chorar. Fez o pai lacrimejar mais uma vez nesses longos dias de sua recuperação.
Mas você queria mais.
– As enfermeiras? – perguntei.
 – SIM.
Você fazia sinal com a mão que era pra elas cantarem também. E elas cantaram conosco, baixinho, novamente os parabéns.
Depois pelo celular lembro que você falou, ouviu na verdade, mais algumas pessoas e assim teve uma singela festa de aniversário. E, como presente, alguns dias mais tarde a tão esperada “alta”, mesmo com longos dias e meses de recuperação em casa.
Mas era em casa. Tudo parecia mais fácil, apesar de trabalhoso.
Hoje, 10 de fevereiro de 2011, celebramos seu aniversário Juliano, com a maior alegria do mundo.
Sabemos que é um vencedor.
Batalhador.
Exemplo de superação, carinho e amor.
Amizade, compaixão e Luz.
Que neste 2011 Deus se manifeste em sua vida sempre que precisar, como no dia em que colocou a Mão sobre seu peito e lhe concedeu o Dom da Vida.
Te Amo Juliano, meu irmão e amigo do peito.
Parabéns!
Do seu irmão Fabiano Fachini.
10 de fevereiro de 2011