Sempre há uma razão para viver

E a sua, qual é?!