Brincadeira de criança: IRRESPONSÁVEL!

Hoje fiz meu primeiro atendimento em um acidente. Isso mesmo. Uma criança que atropelou o ônibus.

Atendimento ao pequeno Tiago (Foto: Fabiano Fachini)

É, parece brincadeira.

O ônibus passou e o Thiago, que tem uns 10 anos, saiu da escola correndo para “pegar” ou “passar a mão” no ônibus. Atravessou a rua e meteu a mão no ônibus. Com o veículo em movimento, ele acabou girando e o pneu de trás (parece ficção) passou por cima do pé/perna.

Quebrou!

Resultado: todo mundo desceu do ônibus para ver. As crianças da escola e as famílias da rua também foram olhar o menino caído com a perna quebrada.
Ajudar? Poucos, mas errado. Tudo errado. Só faltou colocar o menino de pé ou na bicicleta!
Enfim, fui pra lá. Mandei a criançada sair da rua e darem espaço. Mantemos, então, o menino no chão. Conversamos com ele até a ambulância e PM chegarem – demorouuuuu!
Pois bem, chegaram e deixei o menino com eles e a vice-diretora da escola.
O pai do menino chegou nervoso. Mais vontade de brigar do que ajudar o filho.


– CALMA PAI. Seu filho precisa de você. Abaixa e dá a mão para ele.
– Mas o que aconteceu aqui! – disse o Pai, com punhos cerrados.
– Seu filho precisa de atenção. Mas o que aconteceu é que seu filho correu atrás do ônibus! O motorista não viu nada, não tem culpa. Calma!


Assim, um linchamento foi evitado.

Pra fechar o dia “com emoção”!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s